Translate

SEJAM BEM VINDOS EM MEU BLOG, COMENTEM POR FAVOR, FIQUEM A VONTADE, PEDIDO DE ORAÇÃO NO FINAL DA PAGINA, FIQUEM COM DEUS BEIJINHOS.;


quarta-feira, 27 de julho de 2011

Mantenha uma dieta reforçada sem ganhar peso!

Na hora de reforçar o cardápio, é preciso conhecer as propriedades que deixam o corpo mais resistente sem que haja um aumento calórico significativo. É por esse motivo que quem está procurando essa alimentação reforçada deve ficar atento tanto à quantidade dos alimentos como aos nutrientes que eles possuem. "Os alimentos têm papel fundamental para o fortalecimento do organismo. Por isso, é importante saber como ter uma dieta balanceada, com a quantidade de nutrientes certos", diz o nutrólogo Máximo Asinelli, da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição. 

O prato precisa estar cheio tanto de macronutrientes quanto micronutrientes. Dentro do primeiro grupo se encontram carboidratos, gorduras, óleos, fibras, proteínas e água. Já os micronutrientes são as vitaminas e minerais, consumidos em menores quantidades. "Asvitaminas fornecem energia, contribuem para aumentar a imunidade e melhoram a saúde da pele e a oxigenação celular. Além disso, são antioxidantes e importantes para o metabolismo", explica o especialista.Frutas- Foto Getty Images

Como conseguir todos os nutrientes?
Mesmo que a variedade de alimentos seja o segredo para ter uma alimentação balanceada, não adianta colocar no prato todos os nutrientes de uma vez. Isso pode levar a um aumento calórico e ao ganho de peso. Por isso, é importante fazer variações durante a semana. "Não é preciso consumir todos os nutrientes de uma só vez. O importante é variar e ingerir tudo o que é necessário para o nosso corpo ao longo da semana", diz o nutrólogo.

Uma boa opção para ingerir nutrientes sem muitas calorias é colocar as frutas no cardápio. Elas têm alto teor de água, vitaminas, minerais e boa quantidade de fibras. De acordo com Máximo Asinelli, esses alimentos também são pouco calóricos se comparados a outros, contribuem para a digestão rápida e servem de fonte de energia para o organismo. Em qualquer estação, seu consumo deve ser diário, em especial entre as refeições e no café da manhã.

Outra dica importante é deixar o prato sempre colorido. "A variação de cores no prato mostra que ele está com uma grande quantidade de nutrientes diferentes, como proteínas, vitaminas e minerais", diz o especialista.
Nova pirâmide metabólica
Para conseguir ter uma alimentação equilibrada, vale a pena ficar atento às novidades sobre alimentação. Um bom exemplo disso é a chamada Healthy Eating Pyramid, desenvolvida recentemente por cientistas da Universidade de Harvard. "Essa nova pirâmide é basicamente o inverso da antiga. Ela foi feita a partir de pesquisas sobre a saúde, visando melhorar a imunidade e prevenir doenças, como obesidade e problemas cardiovasculares. Nesta nova disposição, os carboidratos que estavam na base passaram para o topo e alguns óleos foram para a base", diz Máximo.
Imunidade- Foto Getty Images
Isso quer dizer que o consumo de óleos vegetais deve ser grande, enquanto o consumo de carboidratos deve ficar restrito. "Antes, acreditava-se que todos os carboidratos faziam bem à saúde, que todas as gorduras deviam ser consumidas de forma moderada, que era necessário consumir laticínios pelo menos duas vezes ao dia e que as proteínas podiam ser obtidas igualmente nos peixes, ovos e carnes vermelhas. Mas não é isso que mostram os novos estudos", diz o nutrólogo.

Agora, a nova pirâmide tem como elementos primordiais o exercício físico e a manutenção do peso saudável de acordo com a altura. Depois, vem os carboidratos, que dividem espaço com as gorduras insaturadas, encontradas no azeite de oliva e óleos de canola, linhaça, soja e milho. Acima, estão frutas e verduras, depois vem algumas fontes de proteínas e os ovos, peixes e laticínios. No topo, ficam as carnes vermelhas e o leite integral, que devem ser consumidos moderadamente.
Alimente sua imunidade
Cada alimento possui um tipo - ou mais - de contribuição ao organismo. Ainda não foi possível determinar a dieta mais adequada que consiga aproveitar todos os benefícios. O que se sabe é que manter uma alimentação que reduza a quantidade de açúcar, gordura e sal e dê preferência às frutas, verduras e aos cereais é o ideal para manter a imunidade nas alturas, já que esse segundo grupo é fonte de zinco, vitamina C e E, ácidos graxos e carotenóides.

Os ácidos graxos melhoram a resposta imunológica. Já o zinco fortalece a imunidade e ajuda na formação de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo. 

A vitamina E também melhora a resposta imunológica e é encontrada em alguns óleos vegetais e no azeite de oliva. A vitamina C é benéfica principalmente em infecções respiratórias. Pode ser encontrada na laranja, acerola, limão, abacaxi e outras frutas ácidas. Já os carotenóides melhoram a defesa do organismo, pois ativam o sistema imunológico. Eles podem ser encontrados em vegetais e frutas de cores laranja, vermelha e amarela.
Imunidade - Foto Getty Images
Suplementos metabólicos
Nem sempre o consumo de alimentos é suficiente para nutrir corretamente o organismo, já que algumas vitaminas e minerais precisam de outras substâncias para realmente fazer efeito. É por isso que suplementos também fazem parte da nova pirâmide alimentar. "Eles são importantes, pois evitam a deficiência e o excesso de nutrientes. Mas é importante lembrar que a quantidade e a variedade de suplementos vitamínicos deve ser indicada por um profissional", explica Máximo.
Não se esqueça da água
A água é essencial em quase todas as funções do nosso corpo. O líquido ajuda a filtrar as toxinas e a diluí-las, auxilia no transporte e absorção de nutrientes, regula a temperatura corporal, reduz o risco de infecções urinárias e de pedras nos rins, hidrata o sistema respiratório e diminui o risco de infecções causadas por vírus.

Há ainda mais benefícios: a água, junto com as fibras, ajuda a evitar que algumas toxinas se tornem acnes ou furúnculos, entre outros problemas dermatológicos, e é importante no combate às celulites e estrias. No emagrecimento, ela é essencial, pois regula o metabolismo das gorduras, ajuda no funcionamento dos rins - que evitam a retenção de líquidos no corpo - e ajuda na digestão, principalmente, das fibras presentes nas hortaliças e frutas.
Por isso, quem bebe pouca água pode ter mais gordura corporal. Outras consequências podem ser vistas na pele - que fica seca, áspera e se torna vulnerável ao processo do envelhecimento - e nos cabelos, que ficam fracos e sem brilho. "Como a água hidrata e ajuda na eliminação de toxinas, ela fortalece a pele, as unhas e o cabelo. O ideal é que um adulto beba de 2 a 2,5 litros de água por dia", recomenda o nutrólogo Máximo Asinelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Versiculos Biblicos

Coloque sua propaganda aqui...

Você que tem uma empresa com produtos cristãos ou escreve livros cristãos, tem uma igreja ou quer colocar coisas para mulheres, entre em contato conosco via email ou em mensagem.
Deus os abençoe!