Translate

SEJAM BEM VINDOS EM MEU BLOG, COMENTEM POR FAVOR, FIQUEM A VONTADE, PEDIDO DE ORAÇÃO NO FINAL DA PAGINA, FIQUEM COM DEUS BEIJINHOS.;


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Crentes mundanos ou mundanos crentes?



Hoje pela manhã entrei em uma comunidade de debates no orkut onde li que “Daniel Diau”, vocalista do grupo CALCINHA PRETA agora é evangélico. Logo que li a postagem me pus a buscar confirmação, e pude eu mesmo comprovar a veracidade do fato. Sim, Daniel Diau, cognominado o “rei do forró”, agora é evangélico. Filho de pastor assembleiano e há muitos anos desviado, Diau diz ter sido tocado pelo Senhor através da morte do pai.

Sempre que surge a notícia sobre um cantor famoso que se “converteu”, o mundo evangélico simplesmente pára e uma legião de crentes começa a buscar notícias sobre a nova estrela. Daí não demora muito e surge uma comunidade no Orkut com o nome do “dito-cujo”, e a galerinha gospel ganha um novo “ídolo”.

Ora, eu não critico o fato de um famoso se converter (o que é muito positivo), e sim a concupiscência evangélica em idolatrar os ex-famosos. Há vários exemplos de estrelas mundanas que hoje “brilham” no cenário gospel, e enumerá-las seria uma tarefa tremendamente cansativa.

Ainda acerca desse fluxo de cantores mundanos para o mundo das estrelas gospel, me chama atenção um fato importante: O de que a maioria deles se tornam evangélicos no final da carreira, muitos dos quais – diga-se de passagem – falidos. Diante desse fato comprovado, eu me pergunto: o que será que alimenta esse fluxo no mercado musical? Será que o que esses famosos sentem é mesmo fome de Deus, ou será que descobriram que o mercado mundano é por demais competitivo e decidiram explorar um outro mercado – de consumidores mais ingênuos – investindo no “comércio da fé”?

Não digo que não haja exceções (é claro que há!) mas são justamente as exceções que confirmam a regra. Muitos conhecem a trajetória da rainha do rebolado e da sua “conversão”. Acontece que ela, mesmo dizendo-se convertida evangélica, gravou um filme pornô. Seria um pornô gospel? Outra ex-famosa, supostamente evangélica, vendia produtos eróticos durante a madrugada em uma emissora de TV, e mantinha conversas de baixo nível com os entrevistados do seu programa. Que tristeza... Diante desses exemplos eu temo que o maior problema da igreja evangélica não são os “crentes mundanos”, e sim os “mundanos crentes”.

É fato que há crentes mundanos. Muitas bandas de “gospel” seguem a moda do mundo, imitando desde o corte de cabelo, vestuário, tatuagens e piercings, até as performances durante os shows. Quem já assistiu os shows dos roqueiros mundanos sabe do que eu estou falando. Acontece que isso tudo é apenas a ponta do ice berg. (E eu pensava que esse era o grande problema do evangelicalismo brasileiro... Errei feio!)

A suma de tudo o que foi dito é o seguinte: A indústria fonográfica evangélica pensou haver descoberto que copiar o mundo é uma tendência lucrativa; mas no final foram os cantores mundanos que fizeram a grande descoberta: a de que copiar os “crentes” é uma idéia ainda mais vantajosa!

Fonte: Site Púlpito Cristão

-----------------------------------

É verdade, infelizmente o legalismo está tomando conta das igrejas e isso também te gerado crentes mundanos, liberais demais e sem princípios cristãos.

Pense nisso e não seja um cristão frio ou morno porque pra Deus ou se é ou não é , não existe mais ou menos.

Independente do que o outro faz mantenha sues princípios, pois nos fins dos tempos até os escolhidos erraram o caminho, por isso não erre o seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Versiculos Biblicos

Coloque sua propaganda aqui...

Você que tem uma empresa com produtos cristãos ou escreve livros cristãos, tem uma igreja ou quer colocar coisas para mulheres, entre em contato conosco via email ou em mensagem.
Deus os abençoe!