Translate

SEJAM BEM VINDOS EM MEU BLOG, COMENTEM POR FAVOR, FIQUEM A VONTADE, PEDIDO DE ORAÇÃO NO FINAL DA PAGINA, FIQUEM COM DEUS BEIJINHOS.;


domingo, 24 de julho de 2011

Corrigindo os erros!




Vamos conferir a interpretação popular de alguns textos bíblicos?

. 
Salmo 105.15:
Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas.

Interpretação popular
:
Não se deve falar mal dos líderes da igreja (mesmo que eles estejam agindo de modo errado), pois eles são "os ungidos de Deus".

Esta interpretação nos leva ao Círculo Vicioso do Pecado:
a) Por se sentirem "ameaçados por Deus", os crentes acabam não denunciando os pecados dos seus líderes.
b) Os líderes corruptos, aproveitando- se desta "Imunidade Eclesiástica" , continuam pecando.
E, as conseqüências deste Círculo Vicioso do Pecado são:
a) Crentes desanimados, decepcionados e desviados dos caminhos do Senhor.
b) Igrejas doentes, sem a graça e o poder de Deus.
c) Baixo nível de envolvimento e comprometimento com a obra de Deus.
d) E, o mais grave de tudo, mais cedo ou mais tarde o nome do Nosso Senhor Jesus e do seu santo evangelho acabam sendo envergonhados (pois tudo que é feito às escondidas acaba sendo publicado no telhado - Lucas 12.3).


Considerações
:
a) Quanto à unção, todos os crentes são "ungidos de Deus" (e não somente os líderes):
     - O próprio Salmo 105 assim nos ensina, nos versos 12 a 15:
        Quando eram poucos homens em número, sim, mui poucos, e estrangeiros nela;
        Quando andavam de nação em nação e dum reino para outro povo;
        Não permitiu a ninguém que os oprimisse, e por amor deles repreendeu a reis, dizendo:
        Não toqueis os meus ungidos, e não maltrateis os meus profetas.

     - Este conceito é confirmado no Novo Testamento. I João 2.20:
        Vós (todos os crentes) tendes a unção do Santo.

b) Quanto à FALAR MAL dos líderes da igreja (ou de quem quer que seja), a Bíblia nos proíbe tal prática:
     - Tiago 4.11: Irmãos, não faleis mal uns dos outros.

c) Por outro lado, qualquer pessoa da igreja que estiver agindo de modo errado, deve ser duramente disciplinada (*):
    - I Timóteo 5.20: Aos que pecarem, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor.

     (*) Com exceção dos idosos, que devem ser repreendidos de modo diferenciado (I Timóteo 5.1).

Interpretação correta
:
Não devemos falar mal de ninguém, seja um líder da igreja ou um membro comum, pois todos os crentes são ungidos de Deus e a Bíblia nos proíbe ficar falando mal dos irmãos, no entanto, se alguém está em pecado deve ser repreendido publicamente.
. 

. 
Provérbios 8.17:
Eu amo os que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão.

Interpretação popular
:
Os que oram de madrugada acharão a Deus.

Considerações:
O Capítulo 8 de Provérbios fala da sabedoria.

Interpretação correta:
Logo, os que buscam a sabedoria de madrugada (isto é, os que estudam até tarde ou acordam cedo para estudar) a acharão.
. 

. 
Oséias 6.6:
Misericórdia quero, e não sacrifício.

Interpretação popular
:
A palavra "sacrifício", neste texto, tem sido interpretada como esforço.Lamentavelmente, muitos crentes têm usado este versículo para se safar de algum trabalho na igreja, que eles sentem que vai requerer-lhes um grande esforço pessoal: "Deus não quer sacrifício", dizem eles.

Considerações:
a) Os sacrifícios citados neste texto referiam-se à oferenda de animais no templo, conforme prescrito na lei de Moisés. Não tem nada a ver com a idéia de esforço.

b) Nesta declaração Deus não estava acabando com os sacrifícios (isso só viria a acontecer quando da morte de Jesus, o sacrifício perfeito, definitivo, que Deus aceitou).

c) Neste versículo Deus estava dizendo para o povo que não adiantava ficar oferecendo um monte de sacrifícios no templo e, ao mesmo tempo, estar vivendo em pecado e deixando de usar de misericórdia para com os necessitados, os órfãos e as viúvas.

d) O esforço pessoal é amplamente ensinado nas Escrituras. Se o cristão não se esforçar ao máximo, pouco ou nada conseguirá em sua carreira. Leia estes versículos: Marcos 12.30, Lucas 14.23, Lucas 16.16, Romanos 2.6, Romanos 4.4, I Coríntios 3.10-15, I Coríntios 9.27, Tito 3.8, Hebreus 10.24, Hebreus 11.34, Tiago 2.17, II João 1.8, Apocalipse 22.12.

Interpretação correta:
Deus não estava acabando com os sacrifícios no templo, mas, sim, lembrando ao povo que todo aquele ritualismo era completamente vazio e sem significado se não viesse acompanhado de uma vida piedosa e de atos de misericórdia para com os desfavorecidos.

Quanto ao esforço pessoal, a Bíblia é clara: o crente tem que se esforçar, e muito. Até o ponto de fazer, não um, mas diversos "sacrifícios" pessoais para colocar o reino de Deus em primeiro lugar em sua vida.
. 

. 
Mateus 16.18:
... edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

Interpretação popular:
O inferno vai atacar a Igreja, mas, não prevalecerá contra ela.

Considerações:
Antigamente, nas cidades fortificadas, as portas eram importante item de defesa. "Prevalecer contra uma porta" era uma expressão usada para dizer que as portas foram derrubadas e a cidade foi invadida.

Interpretação correta:
Logo, nesta declaração, Jesus não estava dizendo que a Igreja seria atacada pelo inferno. Ao contrário, Ele estava dizendo que a Igreja atacaria o inferno e derrubaria as suas portas.
. 

. 
Mateus 18.20:
Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.

Interpretação popular (há duas, para este versículo):
a) Onde estiverem dois ou três reunidos em nome de Jesus, ali há uma igreja.
b) Onde estiverem dois ou três reunidos em nome de Jesus, Ele promete estar presente.
Considerações:
a) Duas ou três pessoas reunidas em nome de Jesus não constituem, necessariamente, uma igreja.

b) Jesus se faz presente com qualquer número de pessoas, nem que seja apenas uma (Mateus 6.6).

Interpretação correta:
Em Mateus 18.15-20 Jesus tão somente está nos ensinando como devemos executar a disciplina eclesiástica. As duas ou três pessoas de que fala o texto são as testemunhas que Ele exige para a validação de um caso disciplinar (citadas no versículo 16).

O que Jesus está dizendo é mais ou menos o seguinte: "Se vocês praticarem a disciplina eclesiástica do jeito que eu estou ensinando, com duas ou três testemunhas verdadeiras, eu estarei aprovando o processo disciplinar de vocês e tudo quanto vocês ligarem na terra será ligado no céu; e tudo quanto vocês desligarem na terra será desligado no céu.
. 

. 
Atos 16.31:
Responderam eles: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.

Interpretação popular:
Este texto é interpretado como uma promessa aos que crêem em Jesus: "Tu e a tua casa serão salvos".

Considerações:
Observe que há uma vírgula antes de "tu e a tua casa". O jeito mais fácil de ler corretamente esta frase é invertendo sua grafia (segundo as regras gramaticais) : "Responderam eles: Tu e a tua casa, crê no Senhor Jesus e serás salvo". 

Interpretação correta:
Logo, não se trata de uma promessa, mas, sim, de uma orientação: "Se você e seus familiares crerem em Jesus, serão salvos".
. 

. 
I Coríntios 1.12:
Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.

Interpretação popular:
Dentre aqueles irmãos de Coríntios, somente os últimos eram espirituais, pois, somente eles diziam "eu sou de Cristo".

Considerações:
O apóstolo Paulo estava repreendendo TODOS os irmãos de Coríntios, pois, a igreja estava dividida quanto à liderança (uns sujeitavam-se à Paulo; outros, à Apolo; outros, à Cefas), porém, estes últimos (aqueles que diziam "eu sou de Cristo") estavam dizendo: "Nós não nos sujeitamos a nenhuma liderança espiritual humana. Somos de Cristo".

Interpretação correta:
Dentre aqueles irmãos de Coríntios, estes últimos (aqueles que diziam "eu sou de Cristo") eram os mais carnais de todos, pois, rejeitavam os líderes espirituais da igreja, comissionados pelo próprio Senhor Jesus (Efésios 4.11).
. 

. 
II Coríntios 6.14:
Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis.

Interpretação popular:
Um crente não deve se casar com pessoa não crente.

Considerações
:
II Coríntios 6.14-18 não fala somente de casamento ("Que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?").

Interpretação correta
:
A Bíblia proíbe todo e qualquer tipo de sociedade entre fiéis e infiéis (casamento, empresas e negócios, filiação em sociedades secretas ou reservadas, etc.).
.. 

. 
II Coríntios 9.7:
Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

Interpretação popular:
Cada um deve contribuir segundo propõe no seu coração (em outras palavras, ninguém está obrigado a dar 10% dos seus ganhos para a sua igreja; dá quanto quer).

Considerações:
O Capítulo 9 de II Coríntios não está falando de dízimos, mas, sim de uma oferta voluntária que o apóstolo Paulo levantou para socorrer os irmãos de Jerusalém.

Interpretação correta:
Cada um deve contribuir segundo propôs em seu coração QUANDO SE TRATAR DE OFERTA VOLUNTÁRIA.
Este versículo não tem nada a ver com a questão dos dízimos.
.... 

. 
Gálatas 4.1-2:
Rogo-vos... que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados... suportando-vos uns aos outros em amor.

Interpretação popular:
O cristão tem o dever de suportar os seus irmãos de fé.

Considerações:
Nesta interpretação, o verbo suportar tornar-se sinômino de "tolerar", "agüentar", mas, na verdade, o significado bíblico é outro: SUPORTAR É DAR SUPORTE.

Interpretação correta:
Devemos dar suporte aos nossos irmãos (isto é, ajudá-los em suas aflições e em seu crescimento espiritual).
.. 

. 
Filipenses 4.13:
Tudo posso naquele que me fortalece.

Interpretação popular:
Tudo posso TER, COMPRAR, FAZER, etc., naquele que me fortalece.

Considerações:
Nos versículos anteriores, o apóstolo Paulo afirma: "Aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Sei estar abatido ou a ter abundância, ter fartura ou a ter fome".

Interpretação correta:
Tudo posso SUPORTAR naquele que me fortalece. 
. 

. 
I Pedro 3.3:
O vosso adorno não seja o enfeite exterior, como as tranças dos cabelos, o uso de jóias de ouro, ou o luxo dos vestidos.

Interpretação popular:
As mulheres não devem usar enfeites, tranças, jóias de ouro e vestidos luxuosos.

Considerações:
a) I Pedro 3.1-6 está ensinando como as esposas de maridos não crentes devem proceder para ganhar o companheiro para Jesus. SE este texto estivesse proibindo alguma coisa, estas "proibições" não se aplicariam às solteiras nem às esposas de marido crente.

b) Estas mulheres eram esposas de escravos (I Pedro 2.18). Eles foram desterrados (I Pedro 1.1). E, estavam passando por várias provações de ordem social e financeira (I Pedro 1.6). SE este texto estivesse proibindo alguma coisa seria um dos maiores absurdos que o apóstolo Pedro teria escrito em sua vida, pois, mulher de escravo não tem enfeites nem jóias de ouro, não vai ao salão arrumar o cabelo, nem tem vestidos luxuosos.
Interpretação correta:
O apóstolo Pedro não estava proibindo nada (pois, aquelas pessoas não tinham nada). Ele estava, sim, CONFORTANDO aquelas esposas de escravos que não tinham dinheiro para se arrumar, dizendo-lhes que o mais importante, aquilo que realmente ganha as pessoas para Cristo é: "O íntimo do coração, um espírito manso e tranqüilo...porque assim se adornavam antigamente também as santas mulheres que esperavam em Deus". 
. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Versiculos Biblicos

Coloque sua propaganda aqui...

Você que tem uma empresa com produtos cristãos ou escreve livros cristãos, tem uma igreja ou quer colocar coisas para mulheres, entre em contato conosco via email ou em mensagem.
Deus os abençoe!